Ante.Visão

Exposição que reúne 3 artistas de Portugal e da América Latina,

em torno das novas figurações do surrealismo, no centro de Lisboa

 

 

Agenda [inscrições a decorrer]:

Visita guiada 

Finissage

 

Catálogo de exposição disponível aqui.

 

 

 

Ante.Visão celebra a língua e cultura portuguesa num diálogo evocativo das novas figurações do surrealismo entre três artistas oriundos de países do espaço Luso-Ibero-Americano, com obras e documentos inéditos de Cruzeiro Seixas, numa exposição que inaugurou a 17 de junho e estará patente até 3 de julho na Galeria Santa Maria Maior.

 

Reúne cerca de 30 criações individuais de Ivan Villalobos (1975, Chile), Ivo Bassanti (1979, Portugal) e Javier Félix (1976, Colômbia) e obras colaborativas realizadas durante uma residência artística na Perve Galeria ao longo do mês de maio. Neste tributo a Cruzeiro Seixas, os artistas recuperam o método “Cadavre Exquis”, processo privilegiado pelo artista que remonta ao princípio do século XX, com o surgimento do movimento Surrealista francês liderado por André Breton.

 

Ante.Visão

Galeria Santa Maria Maior (Rua da Madalena, 147)

Segunda-feira a sábado, entre as 15h e as 18h

Entrada gratuita. Uso de máscara obrigatório.

 

 

 

 

Ante.Visão é a primeira das três mostras a apresentar da colaboração entre estes três artistas que surgiu na sequência do Ciclo de Celebração do Centenário de Cruzeiro Seixas e que contou com as performances de arte urbana a cargo do coletivo BorderLovers de Pedro Amaral e Ivo Bassanti, dando origem a várias exposições, a última das quais em Madrid, na feira de arte internacional Drawing Room onde a Perve Galeria homenageou o mestre Cruzeiro Seixas com um projeto colaborativo de Ivan Villalobos e Javier Félix. Será novamente nesta cidade que os três artistas, com a representação da Perve Galeria, irão apresentar um novo projeto na JustMad, em julho de 2021.

A exposição incluí um conjunto importantíssimo de obras e documentos inéditos de Cruzeiro Seixas, provenientes do espólio de José Francisco Aranda (biógrafo de Luis Buñuel, que viveu em Lisboa a meio do século passado, tendo sido casado com a poetisa visual Salette Tavares) e de D. Manolo Mateo e Pedro Polo, legado recentemente à Casa da Liberdade – Mário Cesariny.

Pela primeira vez em Portugal, Ante.Visão conta ainda com a exibição inédita da instalação “por Artur, dobram os sinos”, desenvolvida durante a Drawing Room em Madrid, considerada pelos críticos da Liceo Magazine como a obra mais importante apresentada na capital espanhola durante a semana de arte de Madrid.

 

 

Saiba mais sobre esta exposição e sobre a mostra “Uma Outra Forma de AR(te)”, na qual a primeira se insere, no site da Perve Galeria.

 

 

Programação completa das três mostras promovidas pela Perve Galeria em tributo a Cruzeiro Seixas.