Em “Terra de Jacó”, Bruno é o autor e Wilson a personagem principal que nos leva a Piragi, um pequeno povoado do interior da Bahia, no nordeste brasileiro.

“Terra de Jacó” mostra o vazio deixado pela partida, revela uma identidade, e preenche a vida com o retorno. Este trabalho traz o mais íntimo do Bruno Saavedra, traz a sua origem e parte da sua vida!

Ficha Técnica:

Fotografias e conceito: Bruno Saavedra
Assistente: Hyago Wollf
Texto: Nuno Verdial Soares
Curadoria: Sonia Figueiredo
Design Gráfico: Margarida do’Campo (Misturado)
Tratamento de Imagem: Helena Gonçalves (Black Box Atelier) Produção livro e exposição: Bruno Saavedra, Sonia Figueiredo e Paulo Valentim
Impressão Fotografias: Black Box Atelier
Impressão livro: Matriz Radical
Video: Ricardo Mussa
Apoio: Misturado e Gat Rooms Hotels

Local: Galeria De Santa Maria Maior
Rua da Madalena nº 147 – Lisboa
Metro mais próximo: Baixa Chiado, saída na Rua do Crucifixo/Rua da Vitória.

Patente até 26 de abril

Segunda a sexta das 14h às 18h

Sábado e domingo, das 11h às 18h

 

:: Sobre o Autor

Bruno Saavedra nasceu em 1987 em Itamaraju no Brasil (Bahia). Reside em Portugal desde 2004. Inicia o estudo da fotografia, em Macau, cidade onde residiu entre 2011/2014, com António Duarte Mil- Homens. De regresso a Lisboa, continua os seus estudos fotográficos na Restart- Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias (2015/2016), workshop Food Photography com o fotografo Jorge Simão (2016) e o 5º Workshop Narrativas Fotográficas do Intendente com a fotografa Pauliana Valente Pimentel (2016/2017), que resultou na exposição MADE IN CHINA. Frequenta atualmente o curso avançado de fotografia da Ar.Co. Desde 2015 tem vindo apresentar a exposição FLAVORS em diversas galerias e espaços culturais em Portugal. Em novembro de 2017 apresentou o projecto POSSIBILITY, no espaço Deleme Artes, em Lisboa, tendo seguido para o Centro Comercial Dolce Vita Tejo, inserido no projeto Tejo Art Gallery. Em março de 2018 apresentou “ANA”, com curadoria do fotografo Valter Vinagre, na Capela do Centro Cultural de Cascais, num projeto inserido no ciclo “oitoxoito”, para a afirmação e visibilidade de jovens artistas emergentes, promovido pela Fundação D. Luís I e a Câmara Municipal de Cascais, no âmbito da Capital Europeia da Juventude 2018. Ainda em 2018, a convite do festival LUSOMIA, expõe FLAVORS na Wentworth Galleries em Sydney, Austrália. Em fevereiro de 2019 apresentou “ESPERANÇA” no espaço Misturado em Lisboa. Trabalha como fotógrafo free-lancer.

 

Instagram: @brunosaavedra.photo
Facebook: www.facebook.com/brunosaavedraphotography
Site: www.brunosaavedra.com