New Lisbon

Exposição de fotografia de Gonçalo Fonseca documenta crise de habitação em Lisboa

 

Entre 2 de fevereiro e 4 de março, a Galeria Santa Maria Maior recebe a exposição de fotografia “New Lisbon”, de Gonçalo Fonseca, trabalho premiado internacionalmente e que documenta a crise de habitação na capital portuguesa.

 

O primeiro trabalho de um português a receber o Leica Oskar Barnak Award, um dos prémios da fotografia documental mais importantes no mundo, “New Lisbon” narra o impacto que a incerteza habitacional tem na vida das pessoas mais vulneráveis em Lisboa. Fonseca documenta, desde 2019, no centro da cidade, os idosos que são vítimas de bullying imobiliário e ameaçados com despejo. Nos bairros periféricos, o fotógrafo segue mães solteiras que ocupam apartamentos vazios na esperança de dar uma vida melhor aos seus filhos. Este projeto de três anos é uma crónica exaustiva do falhanço de décadas de políticas habitacionais na capital.

Antes da pandemia começar, mais de 10 000 famílias já tinham perdido as suas casas na cidade de Lisboa. O investimento desregulado de capitais estrangeiros e a indústria do alojamento local, que aumentou 30 vezes nos últimos anos, a par dos baixos salários, criaram uma crise habitacional profunda na capital. Em 2019, Lisboa era a cidade na Europa e a quinta no mundo onde os seus habitantes tinham mais dificuldade em pagar a renda. Só no último ano, as rendas na capital portuguesa aumentaram 37% e a renda média atingiu os 2281 euros.

 

“New Lisbon” recebeu os prémios Leica Oskar Barnak Award – Newcomer (2020), Estação Imagem – Vida Quotidiana (2020), Yunghi Grant (2020) e foi finalista no Pictures of the Year (2021). Contou com exposições em Portugal, Espanha, Alemanha, Bélgica, Austrália e na Coreia do Sul.

 

Inaugura dia 2 de fevereiro, quinta-feira, pelas 18h00, na Galeria Santa Maria Maior > Rua da Madalena, 147. Patente de segunda-feira a sábado, 15h-20h.